"Hoje ...Aceito uma vida cheia de realizações e recompensas" __Louise L. Hay

quarta-feira, julho 14

DEMÊNCIA SENIL



A maioria dos casos de demência está relacionada com a idade e acomete 5% das pessoas entre 65 e 80 anos, e 15%-20% com mais de 80 anos.As suas causas são variadas e nos idosos predominan as causas degenerativas das células e fibras nervosas e as vasculares.

Há a desestruturação da personalidade por deficiência das funções psíquicas e intelectuais;em especial ocorre a deterioração da memória.Com o aumento progressivo da população de idosos  esta doença tomou sérias proporções despertando a atenção para a mesma.

 Segundo a especialista em neurologia Dra. Maria das Mercês Quintão Fróes,o quadro clínico reflete-se como uma síndrome de natureza crônica e progressiva, caracterizada pelo desenvolvimento de múltiplos déficits cognitivos e alterações da personalidade.Com a evolução, há um comprometimento sensível nas atividades pessoais, sociais e profissionais do paciente. É essencial para o diagnóstico clínico, acometimento da memória e ao menos um outro distúrbio de função cortical elevada (apaxia, agnosia, afasia ou alterações de funções executivas). O início da doença é caracterizado por esquecimento, podendo ser difícil de detectar nos primeiros estágios. Nesta primeira fase, a memória para eventos recentes é mais comprometida do que para fatos remotos. Também pode surgir déficit de atenção e concentração. São freqüentes as alterações de comportamento e outros sintomas psiquiátricos.
Demência - Deterioração irreversível e crônica das funções intelectuais de uma pessoa.
Síndrome - Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
Afasia - Sintoma neurológico caracterizado pela incapacidade de expressar-se ou interpretar a linguagem falada ou escrita. Pode ser produzida quando certas áreas do córtex cerebral sofrem uma lesão (tumores, hemorragias, infecções, etc.). Pode ser classificada em afasia de expressão ou afasia de compreensão.

Se você lida com idoso e percebeu lapsos de memória no mesmo e/ou distúrbio comportamental procure encaminhá-lo ao neurologista com brevidade a fim de que possa receber tratamento adequado.

bjs,soninha

Um comentário:

Anônimo disse...

Hello é a 2ª vez que vi o teu espaço online e adorei tanto!Bom Trabalho!
Adeus